SALVADOR

26-29

OUTUBRO

Horário: 16h às 21h

Local: Universidade Federal da Bahia (UFBA) Av. Araújo Pinho, 212 -

Canela, Salvador - BA

Telefone: (71) 3283-7915

1/1
coletivos
  • GIA – Grupo de Interferência Ambiental

  • OPAVIVARA

  • ocupeacidade

programação

26 de outubro - O primeiro dia de projeto em Salvador foi realizado na Escola de Belas Artes da UFBA. O encontro começou com a apresentação do projeto e da pesquisa para a Cartografia Ecossistema, oportunidade na qual a pesquisadora do projeto, Rosa Apablaza, levantou problemáticas sobre arte política e a relação que os coletivos brasileiros possuem com o caráter politizado da arte e intervenção. Em seguida tivemos a apresentação da pesquisadora Inês Link relativizando a legitimidade das divisões entre arte política, social e estética. Em seguida tivemos as apresentações dos grupos GIA, OPAVIVARÀ e ocupeacidade, mostrando seu histórico, suas estratégias e suas perspectivas.

27 de outubro -O segundo encontro, ainda realizado na Escola de Belas Artes da UFBA, foi marcado pela discussão da Intervenção Urbana Ecossistema Tropical. Muitas possibilidades foram levantadas e registradas em uma cartografia. A ação escolhida foi "Qual a sua Bandeira".

28 de outubro - Na sexta feira foi realizada a ação "Qual a sua bandeira?" na Praça da Piedade. A proposta da ação era trabalhar com a desconstrução da bandeira, simbolo da identidade nacional, bem como propor a reflexão sobre a representatividade da bandeira para cada transeunte. Desse modo foi feito um bolo com a bandeira do Brasil que, ao longo do processo, ia se desconstruindo na medida em que os pedaços eram distribuídos. O bolo era dado para quem respondesse a pergunta "Qual bandeira te representa?", desenhando em um quadro branco a sua própria bandeira. 

29 de outubro - No último dia de ação em Salvador, foi realizado a reunião do Clube Bordô que traz a proposta de realização de uma cartografia bordada. O encontro foi feito na ocupação Coaty, um espaço com intervenções arquitetônicas de Lina Bo Bardi que, atualmente, abriga diversos coletivos e grupos culturais.